Você escreve bem ou escreve com bacon?

A pergunta é uma paráfrase do Chef franco canadense Chuck Hugues. Num de seus programas, ele faz um prato vegetariano para servir como um mimo às suas garçonetes. Ao servi-lo, ele comenta com as moças que precisava testar aquela receita com elas, já que o grupo vivia dizendo que ele costumava colocar bacon em tudo. […]

Virginia Woolf, Peter Walsh e a Mrs. Dalloway de cada um

Hoje é aniversário de Virginia Woolf. Como estou afundada em outra escrita, fico devendo algo novo essa escritora que frequenta meu primeiro círculo de amores profundos. Republico um pequeno artigo escrito em 2012 e publicado pelo portal Sul21, em 17 de março daquele ano.    Mrs. Dalloway tem quase tantos adoradores quanto Virgínia Woolf. Talvez, até […]

Pip e nossa época de Grandes Esperanças

Não se mede um livro pelo tempo que se leva para lê-lo. O tempo dos livros é uma coisa única, intransferível; envolve o leitor da mesma forma que um relacionamento a um amante. Em alguns casos é arroubo, em outros, amor secreto. Eu costumo ter brigas e nunca mais com alguns livros; depois, sinto saudade, […]

As bibliotecas e o paraíso

Minha relação com os livros nunca teve nome. Jamais imaginei que pudesse haver um nome específico. Sou uma leitora, ponto. Desde quando? Mal sei. Não brinco quando digo que lia antes de saber ler e que minha maior ambição na infância era ler um livro todo sem figurinhas. Usei imensamente a biblioteca da escola. Minhas […]

Refletindo sobre musselinas, por Jane Austen

“Sua obsessão, agora, era escolher o vestido e o penteado para a grande ocasião. Não se tratava de um escrúpulo inocente. O zelo em relação ao traje é por vezes sinal de frivolidade, e a dedicação excessiva frequentemente aniquila as melhores intenções. Catherine sabia tudo isso muito bem; pouco tempo antes, no Natal, sua tia-avó a recriminara […]

Para não enlouquecer

Li em tempo recorde A espécie fabuladora, de Nancy Huston. Não há nenhum mérito nisso, o livro é fácil ou facilitado (como queira enxergá-lo). O texto se compõe de sentenças quase sempre solitárias e parágrafos curtíssimos. Precisei me acostumar com isso, pois minha impressão de textos assim fica bastante craquelada, composta por saltos respiratórios de […]