Evitando um relacionamento abusivo

Vamos falar sobre relacionamento abusivo? Eu resolvi escrever o sei. Não é muito, mas talvez sirva para alguém. O que sei sobre isso? 1) Sou feminista há muito tempo, já o era quando entrei na adolescência. Logo, mesmo sem usar esse nome na época, um relacionamento desigual, que me sujeitasse, já era uma preocupação minha. […]

All male…

Olhando o gabinete do interino (letras minúsculas), lembrei de um capítulo que estudei com meus alunos de História Contemporânea II. Não é a primeira vez que uso, mas foi a última. O capítulo trata sobre a cultura nos anos do entre-guerras. Não se trata de um texto analítico, mas informativo. Coloca os principais acontecimentos e […]

Dos usos das panelas

Particularmente, o melhor uso que dou para minhas penelas é fazer comida. Gosto especialmente de enche-las bastante para receber amigos. Cheiro de tempero fresco, o povo na cozinha dando risadas, bebendo vinho ou cerveja de acordo com o clima, o gosto ou o espírito. A algazarra das crianças pulando na sala e vindo contar histórias. […]

Front russo

Tenho batalhado em tantas frentes que estou certa de que estou causando uma falsa impressão. Há poucos dias, uma amiga querida evidenciou isso em uma pergunta: e tu conseguirias ficar bem se não fosse assim? Não sei como exatamente ela tomou a minha resposta, mas a pergunta me soou absurda. Então, dou a impressão que […]

Em terra de cego, quem tem um olho é louco

Minha mãe conta várias histórias de seu avô Norberto. Ele imigrou do Uruguai para a fronteira gaúcha nos alvores do século XX e se estabeleceu no interior do interior, do interior desse mundo periférico que é o Brasil. Norberto Acosta D’Leon trabalhava no campo, fazia curas e tinha todos os dentes na boca, o que ele […]

A leitura lenta

Estou lendo dois livros na lentidão que meu atual momento permite. São dois livros invernais*, de densidades diferentes. Por que invernais? Porque parecem combinar com uma introspecção cinzenta, primitiva, úmida, do tipo que antecede o criar. Com certeza, é uma classificação bem pessoal, pois sou eu que sempre vejo as zonas pré-criativas num tom cinzento […]

“Tem um!” Breves considerações sobre sua vida não ser o parâmetro

Os fãs do grupo de humor inglês Monty Phyton costumam ser um tanto chatos. Além de um sem número de piadas internas (só entre quem assistiu o material do grupo infinitas vezes) ainda sabem de cor falas, trejeitos, posturas. Ficam comentando e rindo de imagens dos filmes e esquetes, como se você soubesse do que […]