Para não enlouquecer

Li em tempo recorde A espécie fabuladora, de Nancy Huston. Não há nenhum mérito nisso, o livro é fácil ou facilitado (como queira enxergá-lo). O texto se compõe de sentenças quase sempre solitárias e parágrafos curtíssimos. Precisei me acostumar com isso, pois minha impressão de textos assim fica bastante craquelada, composta por saltos respiratórios de […]

Vício

Dizer que o vício é inerente aos humanos é um erro. Até os animais viciam. É comum observar este comportamento em macacos. E até mesmo nos elefantes, que viciam (quem pode culpá-los) na frutinha da Amarula. Quem lê este blog, ou me conhece razoavelmente (superficialmente também vale), já deve imaginar que acabarei por falar em […]

Referências

Há alguns dias, talvez semanas, uma leitora marcou-me com uma Tag em seu blog. Ela perguntava sobre filmes que haviam marcado a minha infância. Ora, sendo criança de Sessão da Tarde (da época áurea, eu acredito), a lista é grande. Por outro lado, depois de uma certa idade, a gente já passa a dividir a infância em fases. […]