Feiticeira: um comentário sobre Cira e o Velho, de Walter Tierno

Desde que comecei a me aventurar a escrever, não nego a ninguém a minha defesa de que é possível fazer boa ficção com cenários e elementos brasileiros. Não se trata de bairrismo e nem tampouco de desmerecer uma literatura viajante. É apenas uma afirmação em meio a um certo colonialismo literário ou aquela tendência novelesca […]

Robôs, imprensa, ditadura e política.

Durante minha última viagem à São Paulo terminei o volume 3 do História de Robôs. Eu já tinha comentado o primeiro conto aqui, mas,depois acabei emperrando nos contos seguintes.Sam Hall (de Paul Anderson) é bastante longo e, mesmo sendo excelente, levei dias para vencer por conta de outras razões que não a leitura. Ainda assim, […]